domingo, 2 de março de 2008

Bem, este vai a pedidos!! (que coisa mais fashion!!)

Hoje é domingo.
Noite.
Tomei sol pela manhã e despachei meus pais de casa, tudo para não ter que fazer almoço.
Resumindo, cérebro vazio.
Triste, eu sei e concordo.
Apesar de ter passado o fim de semana lendo sobre a América pré-colombiana; sobre o asilo do Juquery; sobre a psicodinâmica das cores e agora sobre Boris Fausto, minha massa encefálica insiste em ficar oquinha da silva sauro.
....
(adoro este blog. Ele me faz pensar, mesmo quando eu não quero muito...)
me lembrei das coisas planejadas para essa semana que vai começar:
- pagar a faculdade;
- ler mais um pouco de cada um dos 6 livros que estou lendo;
- tentar comer menos;
- tentar dormir mais;
- tentar trabalhar mais;
- bem...esqueci do resto..

por que será que insistimos em controlar essa medição injusta que chamamos tempo? por que não vivemos, tão simplesmente como se devia?
Fico (muito mesmo) frustada com a inevitável sensação das sexta-feiras: " a semana já acabou?"
nunca entendi nem aceitei muito bem essa convenção sobre o tempo.

oras, quem disse que seriam 24 horas? (o jack bauer não vale...)
é de fato confuso para mim.
Ainda essa semana, meu grande querido do coração, mestre por merecimento, doutor por título professor de Histórias brasileiras e americanas vem me dizer:

no mesmo tempo, mas em espaços diferentes, qndo a lógica é a mesma, mas em regiões distintas;

no mesmo espaço, mas em tempos diferentes, qndo a lógica não é a mesma, mas as regiões sim;

em tempos e espaços diferentes, aliando-se a isso a questão das classe socias.

César, eu juro que pensei muito, mas ainda não entrou na minha cabeça =/
Eu juro que vou pensar mais, mas se alguém quiser me ajudar, vou precisar muito :D.

Até a próxima!!

2 comentários:

Carol Martins disse...

É meso muito verdade...
Eu piro toda vez que me vejo presa ao tempo, é algo que dá dá para sair. AAAAAHHHHHH!!!! Detesto essa sensação!
Mas fazer o quê... Somos obrigados a nos conformar com isso e nos adaptarmos a ele, ao inevitável e delimitador fator TEMPO. AFF.
Bjokas querida!
Ps: amei seu comment! Espero realmente sobreviver à páscoa!

penelopebeolchi disse...

OI Pessoal!

Quero agradecer o link pro meu blog!

obrigada